Comportamento Destaque Opinião relacionamento

7 Coisas que faltam nos relacionamentos de hoje em dia

Existem vários fatores que fazem os relacionamentos realmente darem certos. Mas, existem fatores de maior relevância para que isso aconteça de fato

1 – Fidelidade

Não vou aliviar dessa vez, ok? Essa é uma verdade que eu comprovo com cada pessoa com quem converso sobre o tema. Traição é cada vez mais comum e os casos são cada vez mais banalizados. Não estou falando de relacionamento aberto, isso é outro caso. Estou falando das inúmeras pessoas que juram seu amor, sua fidelidade, mas ficam por aí pegando geral ou mantendo um relacionamento paralelo (e eu não sei o que é pior, francamente). Vocês são um bando de covardes que se aproveitam de uma pessoa que realmente ama e respeita vocês, que preza pela relação e por estar do lado de vocês e ficam fazendo essa pessoa de trouxa. Cresçam!

2 – Sinceridade

Você pode pensar que esse tópico vai ser uma repetição do que já foi dito acima, mas não. Fidelidade e sinceridade são coisas diferentes. Sinceridade vai mais além, abrange mais e não é menos importante. Quando você se relaciona com uma pessoa, deve haver sinceridade nisso (e isso vale para qualquer tipo de relação, seja amorosa, familiar, profissional, qualquer que seja). Ser sincero com seus sentimentos e com os sentimentos do outro. Não enganar, não mentir ou fingir e não isso não é fácil, mas eu nunca disse que se relacionar é fácil. Mas por mais difícil que seja, a sinceridade vale a pena.

3 – Solidariedade

Ser solidário tem a ver com não ser mesquinho, não ser egoísta, estar ali para ajudar e é disso que os relacionamentos são feitos. Quando você está com uma pessoa, ela está ali por você e espera que você faça o mesmo quando for preciso. Que você ajude, dê suporte, ouça e se coloque no lugar dela. Que não vire as costas, não ignore ou diminua a sua dor e que não seja egoísta achando que só seus problemas importam. Não importa o tamanho do problema pelo qual seu par esteja passando, esteja do lado para ouvir, acalmar ou simplesmente dizer: “não há nada que eu possa fazer, mas eu estou com você”.

4 – Responsabilidade

Tá aí um coisa que tá em falta no mundo, não é mesmo? Mas você pode estar se perguntando o que isso tem a ver com relacionamentos e eu te digo: tudo. Em um relacionamento é importante você ser responsável com os seus sentimentos e os do outro, com as suas atitudes, com suas escolhas. Mas acho importante falar sobre se preservar. Vejo muitos jovens que escolhem não usar camisinha com seu parceiro só porque “estão transando com uma pessoa só” o que não é muito responsável, né, gente? Todos nós sabemos que não é só pra evitar gravidez que serve a camisinha, por isso, vamos pensar duas vezes antes de não usar!

5 – Diálogo

Muitos mal entendidos acontecem por falta de diálogo. As vezes a gente vê algo ou pega um assunto pela metade e fica tirando conclusões erradas ou precipitadas sobre aquilo sem nem ouvir o que seu par tem a dizer sobre o assunto. Nada é pior do que não ter direito a contar sua versão sobre um fato e se sentir injustiçado. Nada é pior do que por a confiança a prova quando se poderia ter conversado sobre o assunto. Não sou a favor de DR por qualquer coisa, mas diálogo é fundamental.

6 – Cumplicidade

É muito importante ser parceiro do seu parceiro. Digo, ser cúmplice, ser amigo, estar junto, participar da vida do outro fora do relacionamento. Saber sobre seus planos, suas metas, seus anseios e também sobre seus traumas, seus questionamentos, seus medos. Torcer pelo seu bem e entender quando o outro se sentir triste. É importante estar realmente junto quando se propõe estar junto de alguém. “Estar junto” não é um ato físico somente, é um ato de amor.

7 – Privacidade

É importante que cada um tenha o seu espaço na relação e fora dela. Que tenha seus momentos para ficar sozinho ou com os amigos e que seja respeitado por isso. Mas sobretudo eu digo privacidade no sentido de respeitar o que é privado do outro, o que é íntimo, o que não te diz respeito. Não ficar vasculhando a carteira, tentando descobrir a senha do celular, pedindo para trocar as senhas de redes sociais (nem pedir pra excluir “as amiguinhas”). É claro que para isso precisamos de confiança, que também está em falta. Mas se você não pode confiar, o que você está fazendo aí com seu par? É… eu não disse que está fácil e não está mesmo!

 

por Carolina Nepomuceno no Blog ETC 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *